top of page
  • giuliallupo

SHE WOLF convida L7MATRIX

«Pinte e voe e viva a vida e seja melhor para si mesmo a cada dia. Tente sair da Matrix mesmo que por alguns segundos».

L7matrix


Quando eu era criança tinha idealizado a figura do artista: alguém livre, rebelde, extremamente sensível e inacessível, alguém raro de se encontrar ou saber por onde anda.

Crescendo entendi que não é bem assim, até encontrar o Luis, aka L7matrix.

Ele é o artista que sempre idealizei e ainda hoje continua me surpreender com a sua arte e sua forma de pensar. Essa entrevista hoje confirma o quão único ele é.

Explique a sua arte em uma frase ou, melhor ainda, em uma palavra.

Beleza e Caos muitos e muitos tornados de cores.


O que o seu eu presente diria ao seu eu passado?

Enfrentamos dificuldades, mas transformamos as tempestades em arte.


A situação mais complexa em que você já se encontrou.

Foram inúmeras, mas acho que uma pessoa chorando de emoção enquanto eu pintava foi algo incrível que eu não vou esquecer.

Outra situação foi pintando no Líbano enquanto eu terminava o meu mural com as letras HOPE a polícia libanesa do Hesbollah chegou com muitas armas contra a minha cabeça e por sorte fui salvo pelo taxista do projeto que imediatamente mostrou que se tratava de um projeto legal. A situação foi extremamente pesada e confesso que me paralisei.


Em uma outra situação pintei um mural sendo escoltado por dois policiais civis em Maracay na Venezuela e eu perguntei para o organizador porque a policia estava ali, e ele me disse apenas para sua segurança o lift pode ser roubado e você morto.


Pelo que você é mais grato na vida?

Pela arte e pelas minhas buscas constantes pelas coisas que eu gosto e acredito desde pequeno. Acho que meu interesse por geografia, animais e olhos humanos eu diria que juntando tudo isso fez a minha bagagem artística atraído por coisas que eu realmente gosto e usar nossa personalidade na arte é algo que nos torna diferentes. Uma delas se movimentar eu levo o espirito de um pássaro e um furacão na minha vida. Beauty and Chaos...Gosto de estar em qualquer lugar possível em qualquer hora.


Qual você considera a sua melhor obra / projeto?

Todos têm a mesma importância seja bem remunerado ou apenas doando minha arte feita por mim mesmo sem patrocínios ou sponsors. A cada ação, a arte me leva para um lugar diferente.


O que você diria aos artistas que estão começando hoje?

Use seu coração e sua mente e todos seus sentidos possíveis e se solte e crie!

Não se perca em tendencias e não tenha medo das críticas e tome cautela em copiar ou pintar o que acha que está vendendo ou o que o mercado de arte diz que é cool!

Use sua personalidade para criar e as cores que se identifica e olhe menos referências e se torne a referencia. O que vem acontecendo hoje em dia alguns novos artistas querem pular estes processos e se tornar deuses e famosos como "Picasso" sem nunca ter feito Guernica! Olhe mais para Van Gogh!!!

O que você acha um artista não deveria fazer nunca?

Se ele realmente for um artista ele vai saber o que não se deve fazer (about plagiarism).


Quando você era pequeno o que queria ser quando crescesse e porque?

Artista, mas não imaginava como era ser isto ou viver disto.

Sua família te apoiou na escolha de ser artista?

Não muito por insegurança e por pensar que era apenas um hobby de pessoas ricas. Mas pouco a pouco fui moldando a cabeça deles.

No que você acredita?

Acredito na arte e na busca por um mundo melhor e que podemos deixar um legado do que a nossa personalidade é capaz de inspirar e motivar pessoas a busca do conhecimento.


Como você se vê daqui a dez anos?

Eu prefiro não pensar nisto e viver intensamente o presente. Se penso no futuro apenas penso na cor cinza.


Seu trabalho te deixou feliz?

Sim, mas sou muito crítico comigo mesmo e sempre quero transmitir ao máximo os meus pensamentos e emoções com sinceridade ao meu trabalho.


Seu trabalho deixou outras pessoas felizes?

Acredito que sim, eu recebo muitos elogios e mensagens de pessoas ao redor do mundo que conseguem ter esta conexão com meu trabalho. E acredito que isso é algo bom porque a minha arte sempre pensei que deveria atingir não apenas meu país de origem e sim a todos os povos possíveis do mundo todo.


Qual é o objetivo mais importante alcançado em sua vida?

Bem, eu não tenho um objetivo agora, mas já tive alguns como viajar por 50 países e então eu aumentei isso agora para 100 países e claro tentando fazer arte. Espero ter tempo para concluir isto nesta vida. Mas o meu objetivo está sendo feito eu estou sendo eu mesmo e com sorte inspirarei pessoas a pintar e pensar sobre o processo de emoções em fazer arte.


Dada a escolha de qualquer pessoa no mundo, quem você gostaria como convidado para jantar?

Neste momento eu levaria a minha mãe. Ela mesmo sem condições de me ajudar financeiramente na minha jornada artística sempre me apoiou emocionalmente e me fez levantar a cabeça nos momentos mais difíceis da minha vida.

O que seria um dia perfeito para você?

Acho que não existe dias perfeitos! Aliás nada é perfeito. Mas um dia bom é um dia que temos liberdade de fazer e estar aonde queremos.


Você tem um lema pessoal que acaba sendo a forma como você lida com as coisas?

Meu lema é se sentir algo então faça e não espere porque pode ser tarde demais. O tempo leva tudo...

O que você acha que é o melhor e o pior do Brasil?

O Brasil é um pais maravilhoso e com um dos povos mais gentis e não digo isso porque sou Brasileiro. Viajando por 52 países consegui entender que o Brasil é um país maravilhoso e com muitas pessoas dispostas a ajudar e acolher. O pior do Brasil poderia ser os problemas que vem desde a corrupção política que assola muitos países na América do Sul e o baixo incentivo do governo na educação e na ampliação de projetos que possa levar o Brasil a ser um país que se organiza melhor em investimentos e que capacita o jovem e as pessoas para o mercado de trabalho e estruturando e gerando mais empregos e renda e sem esquecer da importância da renovação através da educação e da cultura e da arte. O Brasil é uma potência e o mundo sabe disto só precisamos escolher bem os parceiros económicos certos e planejar modelos anti-corrupção e politicas externas que funcionaram em outros países de primeiro mundo..


Você teve que fazer muitos sacrifícios para chegar onde está agora? O jogo valeu a pena?

Sim, com certeza muitos sacrifícios como alguns me afastar de pessoas e ser mais seletivo e dedicar me mais que qualquer outra coisa que eu já fiz! Valeu mais do que a pena valeu a ave inteira hahaha

Como você se reinventa nesse mundo de constante mudança?

Não gosto de seguir tendências. A moda lança tendencia então sempre temos que tentar se reinventar com algo novo ou trazer o antigo de volta de alguma forma.

Seguir padrões ou tendencias que o mundo dita para mim é estar a tentar ser os outros e não eu mesmo.

O que você acha das funções das galerias de hoje?

Galerias tem a função em vender a maioria das galerias não estão interessados em expor emoções ou trabalhos originais e com uma bagagem artística relevante.

As galerias querem faturar e apostam em artistas que eles acreditam que possam vender! Mas, as galerias precisam mais dos artistas do que os artistas das galerias, mas a maioria dos artistas não sabem disto...

Tive muitas experiências com galerias e a maioria está apenas interessada em rápidos resultados em vendas assim como um time de futebol quer o artilheiro marcando sempre.

Se o artista puder de alguma forma criar um campo de vendas por si mesmo pode ser melhor e não ser dependente em dividir 50% sempre.

Se você quer dizer algo além das perguntas, que você gostaria fosse parte da entrevista, pode adicionar tudo que quiser aqui.

Pinte e voe e viva a vida e seja melhor para si mesmo a cada dia. Tente sair da Matrix mesmo que por alguns segundos.

E agradeço pela oportunidade da entrevista.


Artes: fotos cortesia do artista L7matrix






45 views0 comments

Comments


bottom of page