top of page
  • giuliallupo

SHE WOLF convida XGUIX MATSUMOTO 松本

Quem nunca viu um peixinho verde nas ruas de São Paulo? Não é apenas a cor, mas o rosto dele que olha para você com indiferença que chama a sua atenção. Esse peixe é o ícone da arte do convidado de hoje: Guilherme Matsumoto, mais conhecido como xGuix.

xGuix sempre teve uma necessidade de criar uma identidade artística própria e personagens marcantes. Algumas das referências usadas para a criação dos seus personagens não fazem parte do mundo real e para o artista, essa é a maior dádiva da criação, não há limites. Segue a entrevista completa:

A situação mais complexa que você já se encontrou.

Acho que o momento mais complexo da minha carreira foi a decisão de largar meu trabalho no escritório para viver apenas da minha arte, foi confuso, tenso, angustiante. Mas olhando para trás, foi a melhor escolha que eu fiz para minha vida e minha saúde mental.


O que o seu eu do presente diria para o seu eu do passado?

Diria para ir com calma que tudo vai dando certo quando você quer e vai atrás do que quer que aconteça. Para maneirar nessa busca de alteração da percepção, porque a realidade também é legal, e de que a felicidade não é algo a se buscar e sim momentos bons e passageiros, por isso é bom aproveitar.


No que você acredita?

Acredito no amor, no poder da nossa mente e no fato de que nunca saberemos o que é tudo isso chamado vida.


Quando você era pequeno o que queria ser quando crescesse e porque?

Quando eu era bem pequeno, lembro de querer ser astronauta, piloto de caça e desenhista, acho que sempre tive essa vontade de voar por ai, em todos os sentidos rsrs. E acabei voando através da arte mesmo hehe.


Sua família te apoiou na escolha de ser artista?

Bom, no começo foi bem difícil para o meu pai entender, porque minha família não tem artistas, e acho que na cabeça dele, o melhor para mim seria trabalhar em escritório com salário e etc. Mas nunca foi algo para mim, até tentei, mas a arte me levou para outro caminho. A minha mãe sempre gostou do fato de eu ser artista, desde o início, ela sempre soube que o melhor para mim, seria fazer algo que me fizesse feliz. Mas hoje em dia todos da minha família amam e se orgulham muito com o fato de eu ser artista e me apoiam demais.


Como você se vê daqui a dez anos?

Me vejo produzindo, pintando murais, sendo convidado para pintar em diversos lugares, com uma exposição solo e com saúde.


Seu trabalho tem te feito feliz?

Tem me feito feliz sim, a arte é o que mais me faz sentir vivo. E também tenho estado feliz com meu trabalho ao ver que de alguma forma estou evoluindo e não estou acomodado.


Seu trabalho fez outras pessoas felizes?

Pela minha experiência com as pessoas, eu acredito que sim. Já ouvi de muita gente isso, e sempre amo saber.


Pelo que você se sente mais grato na vida?

Pelas pessoas que eu tenho ao meu redor, minha mulher, minha família, meus sobrinhos. E pelo fato de que apesar de tudo, tenho saúde e condições para continuar vivendo sendo artista e indo atrás do que eu acredito.


Qual é o objetivo mais importante alcançado em sua vida?

Acho que foi descobrir e assumir quem realmente eu sou e com isso ir para frente apesar de todos os desafios.


Dada a escolha de qualquer pessoa no mundo, quem você gostaria de ter como convidado para jantar?

Acho que minha mulher mesmo, não sou muito sociável a ponto de jantar com alguém que eu nem conheço, ainda mais famoso hahaha.


O que seria um dia perfeito para você?

Um dia de graffiti, com sol, vento e amigos a redor. Família por perto, água por perto, de preferência uma piscina rsrs e a cabeça leve com a consciência tranquila.


Você tem um lema pessoal que acaba sendo a forma de você lidar com as coisas?

“A vida é uma só”


O que você acha ser a melhor coisa do Brasil e a pior?

A melhor coisa do Brasil são as pessoas boas e nossa geografia. A pior são a corrupção, crimes e a desigualdade.


Você teve que fazer muitos sacrifícios para chegar onde está agora? O jogo valeu a pena? Com certeza, fiz muitos sacrifícios, perdi muitos momentos para ganhar outros. Mas acho que valeu a pena sim, olho para trás e fico feliz com a caminhada que eu tive, sem passar por cima de ninguém e no meu tempo.


Como você se reinventa nesse mundo de constante mudança?

Estou em constante processo de criação, sempre estou pensando novas possibilidades, diferentes formas de representar ou contar algo. Sempre tento me atualizar com as tecnologias e o comportamento humano também.


O que você acha um artista não deveria fazer nunca?

Passar por cima de outro artista para ter seu reconhecimento.


Se você quer dizer algo além das perguntas, que você gostaria fosse parte da entrevista, pode adicionar tudo que quiser aqui.

Obrigado demais pelo convite, é sempre bom contar mais sobre mim, porque nesse processo acabo até me conhecendo melhor. Aos artistas e amantes da arte, obrigado.


Arte da capa: foto cortesia do artista xGuix


.

.


35 views0 comments

Comentários


bottom of page